Reserva biológica de Araras
Fonte:

Reserva biológica de Araras

23.02.2022- por itpa

Reserva biológica de Araras

A Reserva Biológica de Araras protege a fronteira do município de Miguel Pereira com o município de Petrópolis. A princípio essa área havia sido reconhecida como floresta protetora da união, pelo Império do Brasil. Em seguida passou a ser considerado Horto Florestal até se tornar Reserva Biológica. Em 2010 a Reserva foi ampliada com contribuições técnicas da equipe do ITPA, passando de 2.131 hectares para 3.862 ha.

Por estar localizada em Serras muito altas com afloramentos rochosos de belezas raras a Reserva biológica de Araras é muito utilizada por alpinistas. Ela também possui grande biodiversidade e um dos objetivos de sua criação é garantir a presença de populações de animais e plantas nativas, além de oferecer refúgio para espécies raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas.

A Reserva Biológica é uma categoria de unidade de alta restrição. A Rebio Araras junto com a Rebio Tinguá formam um importante contínuo florestal  e onde se inicia o Corredor de Biodiversidade Tinguá – Bocaina. Para garantir a proteção destas reservas apoiamos diretamente a criação de um mosaico de unidades de conservação de uso sustentável, como a Área de Proteção Ambiental do Rio Santana (municipal), a Área de Proteção Ambienta de Palmares (municipal) e a Área de Proteção Ambiental do Guandu (estadual), formando uma grande zona de amortecimento. Todas ações do ITPA no município de Miguel Pereira servem para consolidar esta zona de amortecimento, com reflorestamentos, brigada da incêndio, saneamento rural, entre outros.

Leia também

Plano de Estruturação do Corredor Frei Velloso e Parque Estadual da Pedra Branca

Plano de Estruturação do Corredor Frei Velloso e Parque Estadual da Pedra Branca

Parque Estadual do Desengano

Parque Estadual do Desengano

Parque Natural Municipal da Rocha Negra

Parque Natural Municipal da Rocha Negra