O ITPA está realizando o saneamento em larga escala na bacia hidrográfica do Rio Santana que compreende o maior afluente do Rio Guandu responsável pelo abastecimento de água da região metropolitana do Estado do Rio de Janeiro, onde vivem cerca de 10 milhões de pessoas.

O Rio Santana também é principal fonte de água para as cidades de Miguel Pereira (cerca de 25 mil habitantes) e o centro de Paty de Alferes. São 150 famílias contempladas por esta ação, que implementa sistemas unitários ou coletivos de fossa, filtro e sumidouro/valas de infiltração, produzidos de acordo com as normas da ABNT, com diferentes materiais (alvenaria e fibra de vidro), visando a implementação de uma política de baixos custos.

São instalados sistemas completos que se iniciam nas redes domiciliares, que por sua vez são conectadas à redes coletoras, poços de vistoria e sistemas de tratamento, nossa intenção é desenvolver metodologias de saneamento rural que podem ser amplamente replicadas por todas as regiões rurais do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil.

Com essa iniciativa, fomos capazes de retirar cerca de 55 milhões de litros de esgoto que eram lançados in natura no Rio Santana, permitindo a redução de custos no tratamento da água e a revitalização do turismo nas cachoeiras do município, além de investir na conscientização coletiva sobre o tema.