O ITPA realizou, nos dias 07 e 08 de fevereiro, mais um diagnóstico e planejamento através do Programa de Gestão Ambiental Integrada (PGAI), dessa vez para as Secretarias Municipais de Agricultura e Meio Ambiente de Paty do Alferes. O atual prefeito, Juninho Bernardes e cerca de 30 pessoas que integram as secretarias participaram da oficina de planejamento, entre elas: o Secretário de Meio Ambiente, André Dantas e o Secretário de Agricultura, Thiago Peralta.

A metodologia PGAI foi desenvolvida pelo ITPA justamente para gerenciamento de políticas públicas na área ambiental. Ela divide os pontos de atuação da Secretaria Municipal em seis agendas: verde, azul, marrom, amarela, laranja e branca.

A agenda verde diz respeito a gestão das florestas e da biodiversidade; enquanto a agenda azul trata da gestão da água e do saneamento ambiental. As agendas marrom e amarela falam sobre gestão dos resíduos sólidos e licenciamento; e gestão da educação ambiental, respectivamente. Por fim, as agendas laranja e branca tratam do desenvolvimento rural sustentável e do fortalecimento institucional do município para captação de recursos.

Os dois dias de planejamento serviram para definir os programas e projetos a serem realizados pelas secretarias nos próximos 4 anos. Os participantes também puderam conhecer de perto algumas das ações realizadas pelo ITPA, como Saneamento Rural no bairro Francisco Fragoso e o resultado dos projetos de restauração florestal.

Histórico em Paty do Alferes

Essa não foi a primeira vez que o ITPA e a Prefeitura de Paty do Alferes realizaram parceria. Entre 2005 e 2006, o ITPA, com recursos financeiros do Fundo Nacional do Meio Ambiente e apoio técnico da Prefeitura Municipal de Paty do Alferes, SEBRAEIBAMA e de 21 entidades integrantes do fórum, construiu a Agenda 21 do município fluminense, utilizando metodologias participativas. Saiba mais aqui.